Corpo Estável de Teatro estreia com a peça “Lúdico Circo da Memória”


10 de junho de 2011 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Arte & Cultura,Teatro



Atores do Corpo Estável fazem sua estreia no próximo final de semana. (Dorival Pinheiro Filho)

Depois de quase um ano de trabalho, o Corpo Estável de Teatro do Polytheama, faz sua estreia no próximo final de semana (18 e 19), no palco do Centenário Patrimônio Histórico e Cultural de Jundiaí, com a peça “Lúdico Circo da Memória”.

Os oitos atores, Cláudio De Albuquerque, Eduardo Bartolomeu, Érica Doiche, Felipe Tristão, Juliana Segala, Marcelo Silva e Tábata Makowski, subirão ao palco para concretizar a proposta iniciada nos anos 80, quando a arquiteta Lina Bo Bardi desenvolveu o projeto para a reinauguração do Polytheama, que também contemplava a criação de uma Escola de Teatro.

Sob a coordenação da renomada diretora Tiche Vianna, os atores, acompanhados dos estagiários do Centro de Estudos, Celso Junior, Laura Carlota e Raquel Medéia, sobem ao palco para mostrar ao público a montagem adaptada do texto de Luis Alberto De Abreu.

Segundo a diretora, a escolha da peça foi motivada pelo próprio Polytheama. “Quando entrei no Polytheama e vi todas aquelas portas, pensei em todos os segredos que o espaço deveria conter: geração de sonhos, crenças e todas estas coisas invisíveis, mas que nós, artistas, por teimosia, insistimos em fazer aparecer diante dos olhos e dos corações dos tantos espectadores que passaram, passam e passarão por ele”, conta Tiche.

Ela ainda acrescenta. “Imaginei os muitos tempos atravessados por este prédio, as muitas fases: construção, efervescência, abandono, reconstrução e me vi diante dos milagres: quando pensamos que a vida acabou, ela ressurge como uma fênix saída das cinzas e resplandece com toda a força de quem quer sobreviver à custa de qualquer esforço. Inspirada pelo próprio espaço fui buscar o texto ‘Lúdico Circo da Memória’ para expressar a sensação de que, mesmo quando vida parece impossível, se não nos conformarmos, se não desistirmos, algo em nós, talvez em nosso passado, em nossa história, ou algum caminho já percorrido nos mostrará o percurso para a transformação”, afirma a diretora.

As apresentações do Corpo Estável de Teatro serão realizadas no sábado (18), às 20 horas e no domingo (19), às 19 horas. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados na véspera e no dia de cada espetáculo, nas bilheterias do Teatro Polytheama. Informações pelo telefone 11 4586-2472.

Ficha Técnica
Lúdico Circo da Memória
Texto: Luis Alberto De Abreu
Direção: Tiche Vianna
Direção Musical e Execução (Piano): Marcelo Onofri
Direção de Arte: Antonio Apolinário
Atuação do Corpo Estável de Jundiaí: Cláudio De Albuquerque, Eduardo Bartolomeu, Érica Doiche, Felipe Tristão, Juliana Segala, Marcelo Silva, Tábata Makowski, Victória Camargo
Estagiários do Centro de Estudos do Teatro Polytheama: Celso Junior, Laura Carlota, Raquel Medéia
Professores Preparadores: Anamaria Barreto, Luzia Carion, Guilherme Terra
Preparadora Corporal: Luzia Carion
Cenário, Figurinos e Adereços : Juliana Fernandes
Assistentes: Leonel Benatti E Renata Meccatti
Pesquisa: Gláucia Mazzei
Pintura Dos Estandartes: Sérgio Viola
Cenotecnico : Ronaldo Rodrigues Fabri
Bonecos : Leonel Benatti
Costureira: Ana Vera Poter
Estagiários Da Oficina De Cenografia: Marina Meloni Pereira, Glaucia Mazzei, Luiz Fernando Rocha, Luana Nastadja Carvalho, Sámia Arujo Da Silva, Jessica Santinato Corradini

Serviço
Lúdico Circo da Memória
Data: Sábado, 18 de junho, às 20 horas
Domingo, 19 de junho, às 19 horas
Local: Teatro Polytheama
Ingressos: gratuitos

Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Jundiaí.

Comentários