Miguel Haddad intensifica negociações para vinda de universidade pública


21 de abril de 2011 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Notícias



Miguel Haddad e Julio Cezar, reitor da UNESP: negociações adiantadas. (Foto: José Aparecido dos Santos)

A instalação de uma unidade da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) em Jundiaí foi o assunto da audiência que aconteceu na manhã desta quarta-feira (20) na sede da universidade, em São Paulo, entre o prefeito Miguel Haddad e o reitor Julio Cezar Durigan. O deputado estadual Ary Fossen e o secretário de Educação, Francisco José Carbonari, também estavam presentes e saíram animados com a boa receptividade. Miguel Haddad apresentou os bons índices sociais e econômicos do município e confirmou que Jundiaí tem demanda para os cursos da UNESP, principalmente aqueles de perfil tecnológico.

Julio Cezar Durigan confirmou que a possibilidade de instalação de cursos da UNESP em Jundiaí existe, mas é necessário um aporte do Governo Estadual e a elaboração de estudos que irão definir as necessidades da região. O reitor ainda destacou que entre 2001 e 2002 foram criados 38 novos cursos, mas foram priorizadas as regiões que necessitavam ser alavancadas economicamente. “Atualmente a UNESP está presente em 23 municípios e Jundiaí poderia muito bem ser coberta por uma unidade”, disse Julio Cezar.

As negociações em torno da vinda da universidade pública receberam um grande reforço na semana passada (15 de abril), durante audiência do prefeito Miguel Haddad com o governador Geraldo Alckmin e com o secretário da Casa Civil, Sidney Beraldo. Nesta reunião o prefeito mencionou áreas de propriedade do Estado existentes em Jundiaí, que poderiam sediar os cursos da UNESP, como o Colégio Técnico Agrícola “Benedito Storani”, a Escola Técnica Estadual “Vasco Antonio Venchiarutti”, entre outras.

Na reunião com o reitor Julio Cezar, o prefeito Miguel Haddad reforçou novamente essa questão e também destacou que Jundiaí é um importante pólo industrial, sendo a oitava economia do Estado, com ótima vocação logística e agora se destacando na área de informática. “E já estamos iniciando o processo de criação de um Parque Tecnológico”, lembrou o prefeito.

Julio Cezar pediu que a Prefeitura prepare um ofício detalhado contendo todas as informações sobre as necessidades do município e seu interesse na vinda dos cursos, para que os dados possam servir de base para os estudos de uma comissão específica da UNESP, que avalia as aptidões das cidades. “E vamos manter o contato para que possamos avançar nessas negociações”, frisou Miguel Haddad.

Notícia: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Jundiaí.

Comentários