Virada Cultural Paulista 2011: confira a programação completa


9 de Maio de 2011 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Arte & Cultura,Lazer,Música,Teatro



Vila Tarsila abre a programação da Virada Cultural em Jundiaí. (Divulgação)

Sábado (14) e domingo (15) é dia de muita cultura em Jundiaí. A cidade recebe, pela quarta vez consecutiva, a Virada Cultural Paulista, evento realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, com correalização da Secretaria de Cultural de Jundiaí. São quase 24 horas de muita música, teatro, dança circo e nesse ano ainda a apresentação de cosplays e o concurso de vídeos.

Será realizado o Concurso “Minuto na Virada Cultural Paulista”. Os participantes podem se transformar em novos artistas da Virada Cultural Paulista. Para isso é necessário fazer um vídeo, com duração máxima de 1 minuto, registrando imagens do evento sob a perspectiva de cada um e enviá-lo para o concurso “Minuto na Virada Cultural Paulista”, até 31 de maio de 2011, pelo site www.festivaldominuto.com.br. Serão R$ 3 mil em prêmios, distribuídos para os autores dos melhores vídeos.

Para facilitar o envio dos vídeos, a Secretaria de Cultura, em parceria com a CIJUN, vai disponibilizar computador, com acesso à internet, no Parque da Uva.

Confira a programação completa:

Sábado, 14 de maio

18 horas
Abertura oficial com o espetáculo Vila Tarsila – Cia Druw (Dança)
Cia. Druw apresenta o espetáculo de dança infantojuvenil “Vila Tarsila” joga luzes nas memórias de infância de Tarsila do Amaral e remonta sua trajetória criativa, desde suas primeiras impressões sobre cores e formas até as origens dos elementos que influenciaram diretamente em sua criação artística.
Duração: 60 minutos. Classificação indicativa: livre (recomendado para crianças a partir de 5 anos e adolescentes).
Local: Teatro Polytheama

18h30
DJ Mok (música)
Envolvido com a discotecagem desde 1989, DJ Mok já participou da produção de trilhas sonoras e se apresnetou em eventos internacionais, como a 9ª Bienal de Havana – Cuba, em 2006. Integrante do coletivo de arte Hostilzinhos, atualmente tem um projeto quinzenal no Wiener Bar e Café, em Jundiaí, e toca nas jazz sessions do Tapas Club, em São Paulo.
Local: Palco externo – Parque da Uva

18h30
Workshop de roteiro e desenho de HQ (workshop)
Tem como objetivo apresentar os processos iniciais da criação de um HQ, começando pelo argumento, passando pela criação do roteiro até o desenvolvimento dos personagens e a composição de página desenhada. O workshop é ministrado por Daniel Esteves (roteirista autor da revista “Nanquim Descartável” e ganhador de diversos prêmios) e Celio Luigi (professor de artes e ilustrador).
Local: Sala de oficinas culturais – Centro das Artes

19 horas
Abertura da exposição Quadrinhos Independentes (artes visuais)
Com curadoria de Ede Galileu, a exposição exibe páginas de HQs de autores independentes ligados ao “Coletivo 4º do Mundo” e ao “Jundcomics” (grupos de quadrinistas independentes) e é também uma comemoração de 7 anos do fanzine “Subterrâneo”. Esta mostra reúne uma parte dos autores independentes do Brasil, cada um com sua técnica e seus personagens, mas todos enriquecendo as histórias em quadrinhos no Brasil.
Local: Galeria do Centro das Artes

19 horas
Abertura da “Mostra de Publicações Independentes” (artes visuais)
Banca com publicações independentes de autores de todo o Brasil, inclusive alguns premiados e consagrados no cenário nacional. Vários autores estarão presentes no local durante o evento, interagindo com os leitores. A organização é do “Coletivo 4º do Mundo” – um grupo de autores independentes com o objetivo de divulgar e distribuir publicações independentes -, que já ganhou vários prêmios e participou de inúmeros eventos.
Local: Centro das Artes

19 horas
Sessão de curtas (cinema)
Exibição de filmes “O Sanduíche”, “Angelo Anda Sumido”, “A Matadeira” e “Ilha das Flores”.
Local: Sala Jahyr Accioly

19h30
Negra Li (música)
Conhecida como protagonista do filme e do seriado “Antônia”, a carreira musical de Negra Li precede seu sucesso como atriz. Começou a cantar no grupo de rap RZO, em seguida iniciou parceria com o rapper Helião e, atualmente, a cantora está em carreira solo. Já gravou com Caetano Veloso, Nando Reis, Charlie Brown Jr., Belo, Martinho da vila, Gabriel, o Pensador, Pitty, Jeito Moleque, Walter Alfaiate, Skank, D’Black, Akon, entre outros.
Local: Palco externo – Parque da Uva

20 horas
Eita! É fogo! – Medicina do Riso (intervenção circense)
Malabarismo com fogo é fogo. A dupla de palhaços discute entre fazer fogo e não fazer fogo. Toda vez que o malabarista acende suas chamas, a palhaçada dá um jeito de pagar.
Local: em frente ao Teatro Polytheama

20 horas
Sessão de documentários (cinema)
Exibição de documentário cedido pela TV Cultura.
Local: Sala Jahyr Accioly

20 horas
Cia. Canto Vivo (música)
Fundada em 1986, tem como regente e diretora artística a maestrina Claudia de Queiroz; como preparadora vocal, Carolina Borba; e regente assistente e pianista, Andressa Kinjo. Foi a vencedora do Mapa Cultural Paulista 2009/2010 – região de Campinas.
Local: Sala Glória Rocha

20h30
Festival do Minuto – Os melhores de 2010 (cinema)
Em 2010, foram realizados mais de 50 concursos do Festival do Minuto, com diferentes temas e prêmios. Os melhores vídeos enviados durante o ano serão exibidos nessa mostra.
Local: Sala Jahyr Accioly

22h30
Amor6 – Performático Éos (teatro)
O Performático Éos une seis visões do amor em seis cenas que contam universos diferentes em uma única atmosfera, o amor. “Amor6” é uma colagem de textos de autores consagrados , tais como Shakespeare, José de Alencar, Clifford Odets, entre outros, que evidencia o amor e seus possíveis múltiplos significados: afeição, desejo, compaixão, atração, paixão. Fala das dúvidas, dos temores, das inseguranças, medos e ironias, em uma encenação que parte do poético e esbarra no trágico.
Duração: 60 minutos. Classificação indicativa: 14 anos.
Local: Sala Glória Rocha

20h30
Parada Cosplay (cosplay)
Desfile de cosplays, palavra abreviada para “costume play”. O cosplayer se caracteriza como o personagem de algum livro, mangá, HQ, jogo ou filme que queira homenagear. Organizado pelo Jundcomics e aberto a interessados em participar.
Local: portaria principal do Parque da Uva

20h30
O Doente Imaginário – Cia do Miolo (teatro)
O espetáculo se inicia com a morte do Barão. A família triste segue o caminho para entererar o patriarca. Mas nem tudo está acertado. O Barão foi traído! Os personagens resolvem então reconstituir todos os passos do Barão no seu último dia de vida, convidando o público a achar o culpado
Duração: 50 minutos. Classificação indicativa: livre.
Local: Em frente ao Teatro Polytheama

20h30
Tomara que não caia – Bubiô, Ficô Lô (intervenção circense)
Esse é um número diretamente do “Egito”, onde as pirâmides são realizadas coma participação da plateia. Acrobacias de solo e brincadeiras complementam ainda mais a interação.
Local: em frente ao palco externo – Parque da Uva

21 horas
Sessão de curtas (cinema)
Exibição dos filmes “O Velho do Saco”, “Um homem sério”, “O Zepellin passou por aqui” e “Batalha Naval”.
Local: Sala Jahyr Accioly

21 horas
Batalha de Sabre de Luz – Apresentação livre (cosplay)
Apresentações coreografadas de batalhas de sabre de luz, inspiradas na série de filmes Star Wars.
Local: em frente ao palco externo – Parque da Uva

21 horas
Canela de Ema (música
Resistindo às intempéries do mercado musical independente, a banda Canela de Ema busca um novo conceito de som, agregando à sua música a ideia de vanguarda, reverenciando e alimentando as raízes brasileiras, porém, buscando a fusão com outros ritmos. Com essência roqueira, são os tambores de maracatu que diligenciam as músicas da banda. Muita percussão e letras cativantes embalam e prendem a atenção de todos que assistem.
Local: palco externo – Parque da Uva

21h30
Um amor nas alturas – Medicina do Riso (intervenção circense)
Lila Margarida, nanica por si só, descobre as peripécias da perna de pau e resolve viver nas alturas, ao lado de seu amado Décio Vibricias, que vive um pouco abaixo de sua amada. A dupla tenta viver esse romance que pega fogo nas alturas.
Local: em frente ao Teatro Polytheama

21h30
Fanzines da ideia à revista em mãos (workshop)
O workshop é ministrado por Marcos Venceslau, artista plástico, quadrinista e professor de artes visuais, criador dos Piratas (2004). Seu objetivo é apresentar os diversos estilos e processos criativos de um fanzine, bem como ajudar o participante a produzir o seu próprio.
Local: sala de oficinas culturais – Centro das Artes

22 horas
Um Mono e Duas Solas – Bubiô, Ficô Lô (intervenção circense)
Enquanto um está andando de monociclo, o outro está a pé. O intuito é estreitar laços com a plateia e trazê-la para a brincadeira, mantendo-a animada durante todo o intervalo de show.
Local: em frente ao palco externo – Parque da Uva

22 horas
Sessão de documentário (cinema)
Exibição de documentário cedido pela TV Cultura.
Local: Sala Jahyr Accioly

22 horas
Fortuna (música)
Seguindo a trilha aberta desde o dia em que se encantou pelas belezas do cancioneiro ladinho, a cantora Fortuna empreende um trabalho de resgate da cultura e das tradições dos judeus, originários de Sefarad (atualmente parte da Espanha). Neste show estão as mais belas canções festivas, ritualísticas, românticas e alegres que faziam parte do cotidiano dos sefaradins. Seu colorido musical remete a ritmos e melodias espanhóis, árabes, ciganos e judeus.
Local: Teatro Polytheama

22 horas
Parada Cosplay (cosplay)
Desfile de cosplays, palavra abreviada para “costume play”. O cosplayer se caracteriza como o personagem de algum livro, mangá, HQ, jogo ou filme que queira homenagear. Organizado pelo Jundcomics é aberto a interessados a participar.
Local: em frente ao Teatro Polytheama
22h30
Guizado (música)
Em sua segunda incursão discográfica solo, Guizado – o tormpetista Guilherme Menezes – aprofunda sua relação com a forma canção, para a qual apresenta sua expressão individual na área de combinação de palavras e sons. De uma hora para outra podemos sair de um ambiente hiperjazzístico e cair num terreiro de Xangô em Pernambuco. À frente de tudo, o trompete, ora conciso, ora delirante, mas sempre preciso de Guizado.
Local: palco externo – Parque da Uva

22h30
Festival do Minuto – Os melhores de 2010 (cinema)
Local: Sala Jahyr Accioly

23 horas
Sessão de curtas (cinema)
Exibição dos curta-metragens “O Lobisomen e o Coronel”, “Sexo e Beethoven”, “O amante amador e aulas muito particulares”.
Local: Sala Jahyr Accioly

23 horas
Parada Cosplay (cosplay)
Desfile de cosplays, palavra abreviada para “costume play”. O cosplayer se caracteriza como o personagem de algum livro, mangá, HQ, jogo ou filme que queira homenagear. Organizado pelo Jundcomics e aberto a interessados em participar.
Local: Sala Glória Rocha

23h30
Início do Projeto Mutirão de Histórias em Quadrinhos (HQ)
Serão criados grupos com o objetivo de produzir um fanzine em 12 horas corridas, tempo em que será editado e impresso para distribuição gratuita (evento aberto a interessados, com a participação e orientação de profissionais da área), com a supervisão do Coletivo 4º Mundo e do Jundcomics.
Local: sala de oficinas culturais – Centro das Artes

23h30
Altos Falantes – Bubiô, Ficô Lô (intervenção circense)
Os palhaços Zé Bedíe e Farofa interagem e brincam com os espectadores. Cada um na sua perna de pau, eles também chamarão o público para o show que acontecerá em breve no mesmo local.
Local: em frente ao palco externo do Parque da Uva

23h30
A Flautista e o Palhaço Malabarista – Medicina do Riso (intervenção circense)
A palhaçada, com sua flauta mágica, dá vida à bola de contato do palhaço malabarista, que acompanha as notas do flautista dando movimento, vida e comicidade ao malabarismo.
Local: em frente ao Teatro Polytheama

Domingo, 15 de maio

0 hora
Charlie Brown Jr. (música)
Ao longo de tantos anos de sucesso, a banda Charlie Brown Jr conquistou status de gênero dentro da música brasileira. A mistura de hip hop com rap, reggae, hardcore, dub e rock criou inúmeros filhos pelo país e ganhou assinatura própria. Na Virada eles apresentam seu último trabalho, “Camisa 10 Joga Bola até na Chuva”, considerado pela banda o disco mais coeso dos últimos anos.
Local: Palco externo do Parque da Uva

0 hora
Batalha de Sabres de Luz – Grupo Blades – Conselho Jedi (cosplay)
Performance do grupo Blades, formado por fãs. Faz apresentações coreografadas de batalhas de sabres de luz, inspiradas na série de filmes Star Wars.
Local: em frente ao palco externo do Parque da Uva

0 hora
Sessão de curtas (cinema)
Exibição dos curtas-metragens, “O Corpo de Fátima”, “Faustina”, “Passageiros” e “Negócio Fechado”.
Local: Sala Jahyr Accioly

0h30
Agnès Jaoui (música)
A cineasta, atriz e cantora francesa Agnès Jaoui é famosa no meio cinematográfico, no qual tem uma carreira bastante consolidada e respeitada. Em seu primeiro filme como diretora, o longa “O Gosto dos Outros” (“Le Gôut des Autres”, 2000), Agnès foi indicada ao Oscar de filme estrangeiro. Ela veio ao Brasil para o lançamento do filme e se apaixonou tanto por nossa música que decidiu montar um grupo para interpretar músicas brasileiras, argentinas, etc.
Local: Teatro Polytheama

1h30
DJ Mok (música)
Local: Palco externo do Parque da Uva

2 horas
Eita! É fogo! (intervenção circense)
Local: em frente ao palco do Parque da Uva

2h30
Murilo Couto (Stand up)
O ator compartilha sua opinião com a plateia sobre os assuntos mais variados que norteiam sua vida e a de todos. Abordando temas como televisão, relacionamentos, sua mudança de vida ao deixar Belém para morar no Rio de Janeiro, Murilo dialoga com o público de maneira irreverente, costurando assuntos com descontração.
Duração: 60 minutos. Classificação indicativa: 14 anos
Local: Teatro Polytheama

10h30
A Caminho de Oz – Grupo Firenzi (teatro infantil)
Adaptação de um dos maiores clássicos de todos os tempos, a peça relata o caminho de Dorothy e seus companheiros – Espantalho, Homem de Lata e Leão – que, movidos por seus desejos, enfrentam uma jornada e tanto até a Floresta das Esmeraldas, onde mora o grande Mágico de Oz. Cenas, cantos e danças revelam ao público essa grande aventura.
Duração: 60 minutos. Classificação indicativa: livre. (recomendação para crianças a partir de 4 anos).
Local: Teatro Polytheama

11 horas
Kiriku e a Feiticeira (cinema)
França, 1998. Direção Michel Ocelot. Duração: 71 minutos. Classificação: livre.
Baseado em lendas do folclore senegalês, narra a história de um menino que, nascido sozinho, escolhe o próprio nome e, obedecendo à maturidade que demonstra desde os primeiros instantes de vida, não é poupado pela mãe da triste realidade de sua aldeia.
Local: Sala Jahyr Accioly

12h30
Cia. do Circo de Piracicaba (intervenção circense)
A Cia. do Circo de Piracicaba realizará trabalhos circenses de uma forma descontraída e divertida, trazendo algumas das modalidades da arte para a rua, misturando assim o circo contemporâneo e o tradicional. Entre as atrações, malabares com fogo, pirofagia, pernas de pau e mímicas.
Local: em frente ao Teatro Polytheama

13 horas
Análise Comportamental e Crítica da Música Eduardo e Mônica (teatro)
O espetáculo bate de frente com um dos ícones da geração dos anos 80, desafiando o público a repensar a ideia central da música “Eduardo e Mônica”, que, segundo o autor, esconderia uma forte implicância com o sexo masculino. Para defender a tese, essa “análise” vai sendo apresentada de maneira apaixonada, levando o espectador a uma reflexão quase surreal, cômica, mas muito pertinente sobre esses tempos de obrigação com o politicamente correto.
Duração: 50 minutos. Classificação indicativa: 12 anos.
Local: Teatro Polytheama

13h30
Parada Cosplay (cosplay)
Local: Portaria principal do Parque da Uva

13h30
Festival do Minuto – Os Melhores de 2010 (cinema)
Local: Sala Jahyr Accioly

14 horas
Eu disse, brinco… – Trupe Pling (circo)
O mágico mundo do circo diante de nossos olhos: as pessoas que lá trabalham, as cores, o cenário, a alegria narrada com muita expressão corporal, acrobacias e malabarismos.
Local: Saguão do Centro das Artes

14 horas
Chico Antronic Embola Dub (música)
Com uma nova proposta sonora, a banda Chico Antronic Embola Dub sintetiza as novas tendências da música popular brasileira. Mistura o coco e a embolada com batidas eletrônicas e guitarras influenciadas pelo rock. O bom humor e a irreverência dos ritmos nordestinos marcam não só as letras, como o estilo musical da banda.
Local: Palco externo do Parque da Uva

14 horas
Cia. Do Circo de Piracicaba (intervenção circense)
Local: em frente ao Teatro Polytheama

14h30
Quadrinhos na educação (HQ)
A palestra ministrada por Hugo Nanni, que tem o objetivo de apresentar as possibilidades do uso das HQs em sala de aula como instrumento de ensino.
Local: Sala de oficinas culturais – Centro das Artes

15 horas
Maracatus de Recife – Grupo Prego Batido (cultura popular)
A Casa da Cultura Brasileira Prego Batido reúne músicos e integrantes de brinquedos populares a convite de Eder “O” Rocha, seu idealizador, para a formação do Grupo Prego Batido de Percussão e Dança Brasileira. Nesse trabalho o grupo celebra os maracatus de Pernambuco, com a força da percussão e a representação da dança.
Local: em frente ao Teatro Polytheama

15 horas
Irmãos Liporonis – Gigante Produção (intervenção circense)
Palhaços e malabaristas natos desenvolvem apresentações de malabarismo com claves, claves de fogo, bolas, aros, facas e monociclo.
Local: em frente ao palco externo do Parque da Uva

15 horas
Cirandas e Risos – Cia. Rick e Kelly (circo)
Local: Sala Glória Rocha

15h30
Trupe Chá de Boldo (música)
Formada em 2005, após muitos pré-carnavais ao lado de Tatá Aeroplano e shows por São Paulo, a Trupe Chá de Boldo, gravou seu primeiro disco, intitulado “Bárbaro”, em 2010. O trabalho retrata em suas composições autorais, as influências de Caetano Veloso, Sidney Magal, Roberto Carlos, Tom Zé, Gil, Itamar Assumpção e, principalmente ele, Dionísio Paixão.
Local: palco externo do Parque da Uva

16 horas
Cia. do Circo de Piracicaba (intervenção circense)
Local: em frente ao Teatro Polytheama

16h30
Mix + Mix = Malabares Experimentais – Gigante Produções (intervenção circense)
Malabarismo, ou quase isso, é o que os palhaços tentam fazer. Malabares, trapalhadas e gargalhadas fazem parte dessa dupla.
Local: em frente ao palco externo do Parque da Uva

16h30
Orquestra Jundiaiense de Viola Caipira (música)
Local: Sala Glória Rocha

16h30
Carmen, de George Bizet – Direção cênica de Cléber Papa (ópera)
Esta é uma boa oportunidade para conhecer a história e ouvir as mais conhecidas árias e duetos do repertório mundial de óperas reunidos no clássico “Carmen” – baseado na ópera homônima de Georges Bizet. Dirigida por Cléber Papa, a trama se desenvolve com ares de grande drama, de intensas cores românticas, e tudo isso aliando as magníficas peças da ópera, o conteúdo do conto original, o libreto e uma dose de liberdade criativa, que torna esse espetáculo uma obra original.
Local: Teatro Polytheama

16h30
Apresentação livre de Cosplay (cosplay)
Local: Sala Glória Rocha

17 horas
Lançamento do Fanzie e Mutirão da Virada
Montagem e distribuição do fanzine produzido pelos participantes do mutirão iniciado no dia anterior.
Local: Centro das Artes

17 horas
Encerramento com Céu (música)
A cantora e compositora Céu faz o show de seu novo CD, “Vagarosa”. Responsável pela direção musical, no palco ela é acompanhada pelos músicos Guilherme Ribeiro (guitarra, teclados e acordeom), Lucas Martins (baixo), Samuel Fraga (bateria) e o DJ Marco (MPC e pickup). No repertório estão músicas desse trabalho, além das canções do seu primeiro CD, “Céu”, de 2005.
Local: Paco externo do Parque da Uva

Comentários