Prefeito Miguel Haddad abre Virada Cultural


14 de Maio de 2011 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Arte & Cultura,Lazer,Música,Teatro



Ary, Miguel e Penha: Jundiaí abre a Virada Cultural. (Dorival Pinheiro Filho)

Com previsão de duração de 24 horas, começou às 18 horas deste sábado, no Teatro Polytheama a quarta edição jundiaiense da Virada Cultural. O evento foi aberto oficialmente pelo prefeito Miguel Haddad, que agradeceu a participação dos artistas e a organização da Secretaria de Cultura, que tem à frente Penha Camunhas. “É importante um evento desta proporção para mostrar que a participação jundiaiense no campo cultural é muito grande”.

O deputado estadual, Ary Fossen, participou da abertura oficial, representando o governador Geraldo Alckmin e o secretário estadual de cultura, Andrea Matarazzo, e lembrou dos avanços da cidade dentro da área cultural, parabenizando a secretária Penha à frente da Cultura de Jundiaí.

Para a secretária, Penha Camunhas, a realização da Virada Cultural é a redução da distância da cultura com a população. “A expectativa é que o público deste ano supere o do ano passado, pois mostra o crescimento da cidade.” Dentro desta previsão, Penha esperava um grande público no evento da meia noite, no Parque da Uva, com a realização do show de Charlie Brown Jr. Para a secretária, “a cultura é do povo e é fundamental a participação dele neste evento. Precisamos diminuir a distância dentro da cidade e os eventos de rua acabam mostrando uma cultura mais presente à população e isso é fundamental dentro desta Virada Cultural.” Ela fez questão de agradecer a todos os colaboradores que estão fazendo deste evento um sucesso na cidade.

O primeiro evento que abriu a Virada Cultural de Jundiaí foi no mesmo Polytheama e reuniu a Cia de Dança Druw com o espetáculo “Vila Tarsila”. Dirigido por Miriam Druwe e Cristiane Paoli Guito, “Vila Tarsila” joga luzes nas memoras de infância de Tarsila do Amaral e remonta sua trajetória criativa, desde suas primeiras impressões sobre cores e formas até as origens dos elementos que influenciaram diretamente em sua criação artística.

Ainda na noite de sábado, aconteceu a abertura da exposição Quadrinhos Independentes na Galeria do Centro das Artes. A exposição exibe páginas de história em quadrinhos de autores independentes ligados ao “Coletivo 4º Mundo” e ao “Jundcomics” (grupo de quadrinistas independentes) e é também uma comemoração de 7 anos do fanzine “Subterrâneo”. Paralelamente à exposição, um workshop de roteiro e desenho de História em Quadrinhos foi realizado na Sala de Oficinas Culturais, no mesmo Centro das Artes. O objetivo do evento foi apresentar os processos iniciais da criação de uma HQ, começando pelo argumento, passando pela criação do roteiro até o desenvolvimento dos personagens.

A partir das 23h30 os quadrinistas iniciam a produção de uma revista em quadrinhos, com o objetivo de ser editada e publicada, de forma artesanal, até o final da Virada Cultural neste domingo. A produção da revista está sob a responsabilidade de Ede Galileu da Silva, Rodolfo Bonamigo e Daniel Esteves, este último, o responsável pelo workshop.

Por volta das 21 horas, quando terminou a apresentação da Cia. Canto Vivo, na Sala Glória Rocha, na entrada do Centro das Artes começou a apresentação da peça teatral “O doente imaginário” da Cia do Miolo.

Veja a programação deste domingo:

10h30 – A caminho de Oz – Teatro Polytheama
11h – Kiriku e a Feiticeira – Sala Jahyr Accioly
12h30 – Cia do Circo de Piracicaba – em frente ao Teatro Polytheama
13h – Analise Comportamental e Crítica da Música Eduardo e Mônica – Teatro Polytheama
13h30 – Parada Cosplay – portaria principal do Parque da Uva
13h30 – Festival do Minuto – Os melhores de 2010 – Sala Jahyr Accioly
14h – Eu disse, brinco… – saguão do Centro das Artes
14h – Chico Antronic Embola – Parque da Uva
14h – Cia do Circo de Piracicaba – em frente ao Teatro Polytheama
14h30 – Quadrinhos na educação – Centro das Artes
15h – Maracatus de Recife – em frente ao Teatro Polytheama
15h – Irmãos Liporonis – Parque da Uva
15h – Cirandas e Risos – Sala Glória Rocha
15h30 – Trupe Chá de Boldo – Parque da Uva
15h30 – Parada Cosplay – em frente ao Teatro Polytheama
16h – Cia do Circo de Piracicaba – em frente ao Teatro Polytheama
16h30 – Mix + Mix = malabares experimentais – em frente ao palco externo do Parque da Uva
16h30 – Orquestra Jundiaiense de Viola Caipira – Sala Glória Rocha
16h30 – Carmen, de George Bizet – Teatro Polytheama
16h30 – Apresentação livre de Cosplay – Sala Glória Rocha
17h – Lançamento do Fanzine e Mutirão da Virada – Centro das Artes
17h – Céu – Parque da Uva


Clique para ampliar.

Notícia: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Jundiaí.

Comentários